Construção Saudável - Informativo

Boletim Informativo- Ano 08- nº 94 / Julho 2013

Construção Saudável inaugura a segunda fase da campanha

Saúde do trabalhador é um assunto fundamental para a construção civil. E possibilitar o acesso a informações sobre métodos de prevenção e doenças é o objetivo do projeto Construção Saudável, que inaugurou, no último dia 19 de julho, a segunda fase da campanha no canteiro de obras da Mape Engenharia, no TCE, em Belém.

Os colaboradores puderam conferir informações a respeito de males como o tabagismo, o alcoolismo e doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). “Solicitei a palestra para os nossos funcionários porque percebi que muitos faltavam na segunda-feira, após beber demais no final de semana. Isso representava um grande prejuízo para empresa e afeta, sem dúvida, a saúde dos trabalhadores”, afirma Ricardo Vieira dos Santos, técnico de segurança do trabalho.

Ministrada por Jackeline Boiba, da área de saúde do Sinduscon-PA, a palestra integra a segunda fase da campanha do projeto Construção Saudável. “Muitos dos trabalhadores, inicialmente, questionam a razão de estarem na palestra. Mas ao final, percebem que ter acesso a esse conhecimento e levar até mesmo para família deles as informações faz toda a diferença. O resultado mais significativo para as empresas é a redução de faltas por motivo de doença”, avalia Jackeline.

O mestre de obras Valdir Silva de Oliveira aprovou a iniciativa. “Achei interessante o tema e a palestra foi muito boa. O tema que mais me chamou atenção foi o tabagismo, porque vários amigos nossos fumam no canteiro, e isso prejudica a saúde deles, que fumam, e também de quem não fuma. É um alerta a todos”, diz o trabalhador, que atua na construção civil há 14 anos.

O assunto também interessou a jovens trabalhadores, como Ingrid Monteiro de Freitas. Atuando há três meses na área de segurança do trabalho, ela que a palestra é muito importante para informar os funcionários sobre serviços de saúde. “Muita gente não tem informação sobre o assunto. É importante os trabalhadores serem informados como podem ter acesso à saúde e a quem procurar quando são acometidos por doenças”, destaca.

Os temas foram escolhidos a partir de pesquisas realizadas em 2012 com os trabalhadores. DST’s representaram interesse de 43,13%; em segundo lugar está o tabagismo (11,67%) seguido do alcoolismo (10,14%).

Serviço
A campanha atende necessidades da empresa quanto às iniciativas de conteúdo, como complemento à saúde do trabalhador. Para solicitar a palestra, entre em contato com o Sinduscon-PA pelo fone 3241-8383.