Construção Saudável - Informativo

Boletim Informativo- Ano 09- nº 103 /Abril 2014

Mais de 600 trabalhadores participaram do projeto Construção Saudável

A Central de Serviços do Sinduscon-PA foi am­plamente procurada durante o mês de abril. Ao todo, 613 trabalhadores, de cinco canteiros de obras, partici­param das palestras do projeto Construção Saudável.

Colaboradores da City Incorporadora se reuni­ram no canteiro de obras do Edifício City Office, no bairro da Campina, para assistir palestras sobre taba­gismo, alcoolismo e DSTs. Ao todo, 40 trabalhadores foram beneficiados. Willy Castelo Branco, engenheiro responsável pela obra, se mostra preocupado com o bem-estar dos funcionários. “Nós já vínhamos perce­bendo o impacto do alcoolismo no índice de absen­teísmo, ou seja, o quanto faz funcionários faltarem o trabalho por conta disso. O projeto Construção Saudável é importante para aumentar a saúde dos colaboradores, sua qualidade de vida, assim como a própria produtividade no trabalho”, salientou.

No canteiro de obras do Edifício Sede da Sta­tus Construções, na Rua Aristides Lobo, a técnica em segurança no trabalho, Regina Santos, acredita que a medida evita o número de faltosos nas obras. Lá, ocorreram palestras sobre dengue, hanseníase e tu­berculose para 39 trabalhadores, mesmo tema abor­dado em Batista Campos, no canteiro do Edifício Soul, da Urbana Engenharia, só que para 83 trabalhadores.

Paulo Oliveira, técnico em segurança do trabalhado, destaca a importância da parceria. “É a informação, a sensibilização e a conscientização dos colaboradores que o Sinduscon-PA, por intermédio desta parceria, nos traz. O colaborador bem informado evita, da melhor ma­neira possível, contrair doenças tão danosas. A empre­sa também ganha com isso, pois o trabalhador produz ainda mais no dia a dia”, pontuou Oliveira.

Outros dois canteiros de obras também recebe­ram palestra do Construção Saudável: o parceiro Con­sórcio LMC, no canteiro Residencial Almir Gabriel, em Marituba, para 29 trabalhadores, e na Neo Construções e Incorporações, no canteiro da Neo Colori. Neste últi­mo, foram beneficiados 422 operários em dois dias de palestras, com módulos I e II do projeto, esclarecendo questões sobre tuberculose, dengue, hanseníase, DSTs, alcoolismo e tabagismo.

“Nós sabemos do grande índice de contaminação de dengue, tuberculose e aids no estado e valorizamos a saúde e o bem-estar dos nossos colaboradores. Por isso, a Neo investe na prevenção de doenças e, com a campanha, nossos trabalhadores estarão mais informa­dos. O conhecimento gera a mudança de hábitos tanto na vida profissional quanto na pessoal”, salientou Aldi­ney Brito, técnico em segurança da Neo.