Institucional

Histórico

 

O Sindicato da Indústria da Construção do Estado do Pará - Sinduscon-Pa - é entidade sindical de primeiro grau, fundada em 26 de fevereiro de 1942, com sua Carta Sindical registrada no Livro N.º 7, Folha 70 do MT, com sede e foro na cidade de Belém, Estado do Pará, de acordo com a Constituição da República Federativa do Brasil.

A representação do Sinduscon-Pa refere-se à Categoria Econômica do 3º Grupo – Indústria da Construção, relativa às seguintes atividades econômicas: Indústria da Construção Civil (inclusive montagens industriais e engenharia consultiva); Indústria da Construção de Estradas, Pavimentação, Obras de Terraplanagem em Geral (barragens, aeroportos, canais e engenharia consultiva); Indústria de Artefatos de Concreto Armado, Indústria de Instalações Elétricas, de Telecomunicações, de Gás, Hidráulicas e Sanitárias (inclusive redes de distribuição, redes coletoras e montagem industrial de estações de tratamento de água e esgoto).

O Sinduscon-Pa, que congrega atualmente cerca de 100 empresas associadas, além de aproximadamente 5.600 sindicalizadas. É uma entidade privada, sem fins lucrativos, organizada para representar e defender os interesses gerais, coletivos e individuais de sua categoria econômica perante os poderes constituídos da República. Na busca de promover o crescimento do setor que representa, incorpora também como sua missão, interagir com o poder público, na condição de órgão técnico e consultivo, no estudo, desenvolvimento e gerenciamento de soluções e programas que agreguem valor às suas representadas.

Como toda entidade sindical, a força de sua representação institucional é potencializada pela participação ativa dos dirigentes de suas empresas associadas em todas as suas iniciativas, e no integral prestigio às suas ações, utilizando-se plenamente dos seus serviços e assessoramento empresarial, em especial, daqueles contidos nos programas conveniados com seus vários parceiros institucionais.

Filiado à Cbic - Câmara Brasileira da Indústria da Construção, e à Fiepa - Federação das Indústrias do Estado do Pará, o Sinduscon-Pa também desenvolve suas atividades promovendo união no setor da construção, interagindo em harmonia com as duas associações de classe organizadas no estado do Pará, a Ademi-Pa - Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Pará, e a Acop – Associação das Construtoras de Obras Públicas do Estado do Pará.

Desde o ano de  2004, o Sinduscon-Pa amplia parcerias para a implementação de diversas ações voltadas ao fortalecimento intersindical da cadeia produtiva da Indústria da Construção e disponibilização de vários serviços direcionados ao desenvolvimento das empresas representadas por este sindicato. 

Nos últimos 16 anos este sindicato prioriza o desenvolvimento da Indústria da Construção Paraense por meio da prestação de serviços às construtoras e cadeia produtiva do Setor da Construção, destacando-se com um dos sindicatos mais atuantes na atenção empresarial e no alinhamento de ações direcionadas aos construtores, colaboradores, parceiros e fornecedores.

Como efeito desses investimentos, o Sinduscon-Pa é detentor do Prêmio Nacional de Responsabilidade Social, conquistado em 03 de outubro de 2007; É autor e executor do Programa Construção Saudável, que já beneficiou diretamente mais de 14.000 trabalhadores a partir do seu lançamento ocorrido em 05 de julho de 2011; É autor de produtos editoriais como o Manual de Garantias (1ª edição em 2010 e 2ª edição em 2014), o Manual de Incorporação Imobiliária (2011), além da revista informativa "O Construir", com edições mensais desde novembro de 2004.

Na área da qualificação, mais de 10.000 trabalhadores foram atendidos nas ações para formação e/ou aperfeiçoamento profissional na última década.

Com o compromisso estratégico e institucional, o Sinduscon-Pa promove a fundação da Coopercon-Pa - Cooperativa de Compras de Materiais e Serviços da Construção - com o objetivo de gerar mais competitividade em negócios de construção.

Dessa forma, o Sinduscon-Pa trabalha para fortalecer nossa entidade de classe.